terça-feira, junho 13, 2006

Quase morto no deserto, breve apontamento sobre o empreendedorismo

Quando cá venho, gosto especialmente de almoçar no Varandinha, pelo enquadramento paisagístico e pelo atendimento (basta, para que seja digno de registo, que não se paute pela, por estas bandas tão característica, agressividade), mais do que propriamente pela excelência da confecção.

Alterno com a Tasca da Quinta (ou lá como é que se chama), onde os atributos se invertem, e cuja frequência fica justificada pela excelente broa de milho.

Quando, ao invés de ler ou escrever, me apetece dar duas de treta enquanto almoço, vou conversar acerca de minas abandonadas e caminhadas no monte com o dono daquele barengo que fica encostado àquilo que numa primeira aproximação parece ser uma decrépita garagem de reparação de pneus, mas que se nos revela ser uma capela.

Quando cá venho à segunda-feira, enfio uma francesinha e uma preta fresca pelas goelas abaixo porque todos, brilhantemente, encerram para descanso no mesmo dia da semana.

6 comentários:

Cristina disse...

ah, muito bem, isso é pa fazer imbeija? já bi, pois,tamém gosto desse desporto... :)))a parte das francesas e das pretas, dispenso ;)


bjuzzzz

Cristina disse...

voltei para um convite, vai um filminho???...hoje, quarta, à noite na RTP, vais gostar... eu sei :))))

Intanto ti auguro un buonissimo giorno:))

bjuzzz

Anónimo disse...

há com sabes mts coisas que gosto em ti....uma dessas é o teu genail sentido de humor...

(sae)....ahahaahaahhhh...

_____________________mas informo-O exmo.senhor dr. que:já era!

cortei cortei cortei!

beijos. muitos...:) :) :)

Piano.

pintoribeiro disse...

Só tu para me fazeres rir nesta altura K'mrd. Abraços.

Mac Adriano disse...

Uma francesa e uma preta ao mesmo tempo deve ter a sua piada. Como é que ainda não tinha pensado nisso?

mixtu disse...

yayyay, é dia dos sapateiros
cumprimentos e uma preta