terça-feira, agosto 04, 2009

O invertebrado

Acerca da alimária está tudo dito.


O que antecipadamente me intriga é, independentemente de ele vir ou não a ganhar as eleições, o que é que está dentro da cabeça dos milhares de retardados que seguramente vão escolher para Presidente de uma Câmara Municipal um tipo que acaba de arrebanhar 7 anos de prisão efectiva por, espante-se, precisamente enquanto presidente da mesma Câmara Municipal ter roubado Portugal, os portugueses e, em especial, os munícipes.

Chamem-me o que quiserem, mas o one man one vote, é uma das maiores manipulações antidemocráticas que existem.

20 comentários:

francis disse...

"Chamem-me o que quiserem, mas o one man one vote, é uma das maiores manipulações antidemocráticas que existem." Com esta é que me lixaste. Não porque não esteja de acordo, mas por outros motivos, mas por vir de ti.

mfc disse...

Já ganhou as eleições!!!!
Vai uma apostinha?!

Eric Blair disse...

deveria existir uma Prova Geral de Acesso ao Voto, Frank; desde que fosse eu a elaborar o enunciado.

Eric Blair disse...

Não dá, MFC; apostaríamos no mesmo.

San disse...

a mim o que me revolta verdadeiramente é o josé luís judas ter-se safado de todos os esquemas, atropelos e abusos que cometeu. é certo que a legítima desapareceu com os milhões...suponho que isso contará como 'castigo'...

Eric Blair disse...

he he, nunca fiando, San. Há males que vem por bem ;)

J.S. Teixeira disse...

Isaltino Morais: 7 anos de prisão. Finalmente fez-se justiça! Vejam algumas comparações no blogue O Flamingo.

Larose disse...

mas qual é o espanto?
e eles não se safam sempre?

Rebel disse...

Ainda não se fez justiça nenhuma porque a coisa ainda não transitou em julgado. Para já, está tudo suspenso.
Mas não se queixem de eu querer ir viver para o Burundi se esta abjecção for eleita.
Isso e se o meu Sporting não melhorar a cólidade do futebol que joga. Hoje só não foi posto a andar porque uma grande vaca gorda e leiteira, no último minuto, apareceu e deu-lhes o golito salvador que até foi marcado pelo adversário. Se esta coisa fosse política, eu até diria que teve a mãozinha do Isaltino
Hihi

Rebel disse...

Eu estou de acordo com o one man, one vote, quando todos, mas absolutamente todos tiverem acesso a educação que consista em, pelo menos 12 anos de escolaridade. Até lá, terei de aceitar as regras do jogo, mas preferia emigrar para o Burundi!

Rebel disse...

phalta uma vírgula no taisto. Ela aki vai: ,

Cristina disse...

ora....pá por isso é noutros tempos havia o tal colégio eleitoral :) será que isso faz de ti um faaacista??

estou encucada.


ahhhh, esquecesteteza que o home tamem levou as sobras do partido. portantos, foi o país e o partido duma vez só.

Eric Blair disse...

Pois, ó Teixeira, como diz o Rebel: a justiça ainda está por ser feita.

Eric Blair disse...

Ali algures entre facista e comuna, Riquita :)
O colégio eleitoral é assumidamente antidemocrático, o on man one vote tem fundamento democrático mas é objecto de manipulação antidemocrática.
Deiz-se cá pra cima que todo o burro come palha, é preciso é saber dar-lha.
Quanto às sobras do partido é coisa que não me preocupa. Ladrão que rouba a ladrão ...

Beijos

francis disse...

já recuperaste do sofrimento ?

Rebel disse...

Eric Blair:
A AR tem um fundamento democrático e depois é o que se vê!
A legitimidade do Adalberto João em mandar as atoardas que manda, não estarão legitimadas pelo "voto popular"?
A questão é que ainda chamas ao regime em que vives "democracia", mas isso acontece por automatismo de linguagem tua e minha. Vives, de facto, num regime oligáquico, fruto do trabalho de anos e anos de uma série de caciques que garantem as suas "humildes ambições" e, simultâneamente, garantem também a uma clique a sua eternização no poder. de uma ou outra forma.
Ainda há dias ouviste em directo na TV uma PGR adjunta dizer que o senhor X ia ser recebido pelo PGR ao abrigo do tratamento que deve ser dado a personalidades. Isto não te chega?

Ana Camarra disse...

De certeza que já ganhou!
A malta gosta de ser roubada, explorada e levar no toutiço...

beijos

Rebel disse...

Acho muita piada ao título desta entrada. Quando dava aulas, havia uma parte da matéria dedicada aos valores. Quando chegava à parte dos ético-morais. Começava sempre por dizer aos putos que os valores ético-morais eram os que conferiam espinha dorsal a um ser humano. Um bípede implume sem coluna vertebral não passa de um verme. Achei espelhado no teu título os disparates que ensinei aos putos e que a realidade, por via de vermes como o que está em causa, acaba por desmentir. Never mind the balls!

Karocha disse...

Vou fazer um blog Eric, se quiseres vai ao francis que está lá explicado, depois digo-te!
Boas Férias

Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/