domingo, fevereiro 25, 2007

Ainda a propósito de tomates …

… leia-se a entrevista de Ana Gomes ao Expresso …



… e, já agora, falando do que realmente interessa para o desenvolvimento da tugalândia …

O magnânime professor doutor mourinho continua, com indesmentível sucesso, a praticar a única actividade que desempenha melhor do que treinar jogadores da bola: o insulto a colegas de profissão.


Felizmente existe gente humilde mas com mais elevação* que lhe faz lembrar que enquanto jogador da bola ele foi uma nulidade e que enquanto treinador o seu sucesso está inegavelmente associado a orçamentos milionários.

* sim, chamar doente mental a mourinho não é um insulto, principalmente depois de se ter sido insultado.

5 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Pois aqui não concordo. O Jaime Pacheco foi a guerra e quem vai a guerra habilita se a levar...Que tal não criticar um clube portugues, o Braga, de antijogo!A inveja é muito feia Jaime...

isabel mendes ferreira disse...

enorme beijo.


por teres escrito o que penso.


literalmente.


__________________!

'mega' disse...

'o mister mourinho é o maior!! mas o mister pacheco também é!!!...
hmmm, e agora? já sei!! o prof jesualdo é o maior!!! pronto, problema resolvido!!!'

Kaos disse...

A entrevista da Ana Gomes já li, quanto a essas guerrinhas de bola que se insultem que eu só me rio. Que se lixem os dois
abraço

Nan disse...

Absolutamente de acordo, sobretudo quanto à Ana Gomes. Não foi surpresa, sempre provou que tinha tudo no lugar.

No que toca aos cromos da bola é assim: quando se olha para um gajo assim tipo Mourinho é claro que pensamos (nós, mulheres): "bom. a todas as horas e fora d´horas!".
Mas depois ele abre a boca e é o que se sabe...

Em inglês, então...