quinta-feira, dezembro 20, 2007

Apelo ao orgulho Nacional

Finalmente parecemos um país
Almada Negreiros dizia "isto não é um país, é um sítio e ainda por cima mal frequentado", mas atentem que em duas semanas tivemos mortos nas ruas da invícta com tiros de metralhadora, explosão de carro de empresário da noite envolvido em tráfico de mulheres, clandestinos a darem à costa, líderes de centrais sindicais a serem absolvidos em casos de desvio de verbas e muitos outras situações que finalmente nos catapultam para o estatuto de país desenvolvido.
Venham as Amoreiras abaixo com um avião bem encaixado numa das torres e poderemos reclamar pelo menos por mais seis meses de Presidência da União Europeia.
 

14 comentários:

'mega' disse...

'ainda bem que falaste nas amoreiras e não te lembraste da torre dos clérigos!! tou lá perto e era capaz de me assustar com o barulho..'

Francis disse...

assim sim, somos falados lá fora e com uma beca de sorte ainda abrimos algum telejornal internacional.

SeDona_Su disse...

Não me dava jeito nenhum que fosse na zona das Amoreiras; é que abrimos lá um negócio...

Dinada disse...

Olá Eric.

Sou eu.

Passo de raspão para te desejar...espera...o que é que eu te te desejo...hummmm...ah, já me lembro.

Desejo-te um calçado apropriado no sapatinho (redundâcia? pleonasmo?) para que continues a seduzir a blogoesfera com os teus excelsos pézinhos.

E desta vez levas um beijo, se não levares a mal.

Se levares a mal tens bom remédio. Engoels em seco e siga a Dança.

Uma Páscoa Feliz é o que deseja esta tua fã, do joelho pra baixo,

Di

(é mentira, o que me fascina em ti é mesmo o intelecto :D..embora os pés...ai eu)

numtiquibóques disse...

Caro Mega, não falei nos Clérigos porque ficou acertado há muito que isso era obra para o Bruno Pidá, agora que ele foi dentro terá de se fazer novo concurso privado.

numtiquibóques disse...

Calma Francis, para abrirmos jornais internacionais não bastam Carolinas e Gangs da Ribeira. Deixa lá o Mourinho dar mais um calduço num puto e aí talvez se consiga qualquer coisa.

numtiquibóques disse...

Lamento Sedona_Su, mas aqui os pedidos têm o mesmo caminho que os feitos no Santuário de Fátima. Sorte sua que o código Postal das Amoreiras ficou definido como área de actuação da Alchaeda na última revisão dos ataques terroristas de 1998-Artigo 37.
Peço é que não venham para aqui choramingar pedidos, um com os clérigos, você com as Amoreiras. Estão aqui, estão a dizer-me que a Torre das Antas também vos faz falta?
Por amor de deus, num siquibóquem carago!

SeDona_Su disse...

As Antas não digo, mas espero que se desviem do estádio Alvalade XXI (e isto não é um pedido.

'mega' disse...

'pronto, convenceste-me, que se lixe o barulho e os clérigos, mas deixa a antas em paz!!!'

San disse...

Estão agora com discussões bizantinas quando se tinha resolvido tudo num simples eléctrico, entre os Jerónimos e Belém....

numtiquibóques disse...

Caro San, muito bem visto! Essa do eléctrico ainda está mal resolvida dentro de muita organização terrorista do burgo. Percebamos no entanto que se colocam várias questões pertinentes para não ter acontecido. Como é possível fazer rebentar um transporte público a uma hora certa se nunca chegam a horas?
Mais fosfórica ainda é a questão do detonador, por telefone? Como a coisa anda, o mais certo seria o terrorista tentar a chamada e ouvir: o seu saldo não lhe permite efectuar a chamada...

Sedona e Mega, as Antas para já ficam de fora do roteiro, mas só porque o Manuel de Oliveira pode querer lá fazer um filme pela comemoração dos 180 anos, senão...Ui!

Eric Blair disse...

Pá, só falta um puto aos tiros numa escola, para sermos mesmo primeiro mundo.

Anónimo disse...

ò Blair, lamento informar, mas da forma que andam a ser tratados, mais depressa teremos um Professor aos disparos...
Num tiquibóques

Eric Blair disse...

tal e qual...