segunda-feira, julho 04, 2005

alberto joão, jardim da Madeira

No encerramento das festas "24 horas a bailar", em Santana, alberto joão jardim, saiu-se com esta:

"Portugal já está sujeito à concorrência de países fora da Europa, os chineses estão a entrar por aí dentro, os indianos a entrar por aí dentro e os países de leste a fazer concorrência a Portugal... está-me a fazer sinal aí porquê? Que estão chineses aí? É mesmo bom que eles vejam porque não os quero aqui"

Acresce que:

Artigo 240.º CP - Discriminação racial ou religiosa

2 - Quem, em reunião pública, por escrito destinado a divulgação ou através de qualquer meio de comunicação social:

a) Provocar actos de violência contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional ou religião; ou

b) Difamar ou injuriar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional ou religião, nomeadamente através da negação de crimes de guerra ou contra a paz e a humanidade;

com a intenção de incitar à discriminação racial ou religiosa ou de a encorajar, é punido com pena de prisão de 6 meses a 5 anos.

* fonte: http://atorredebabel.blogspot.com/2005/07/2-2-no-so-4.html)

3 comentários:

seu_misha disse...

Portugal... está-me a fazer sinal aí porquê? Que estão chineses aí? É mesmo bom que eles vejam porque não os quero aqui"

Foi engano... não eram chineses, apenas alguns membros da direcção do PSD que assistiam a festa e ficaram com os olhos em bico.
Mas não há problema o aberto joão também não os quer por lá.

Eric Blair disse...

tal e qual

Zé do Telhado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.