sexta-feira, julho 01, 2005

GRrrrrrrrrrrrrrrr

Houve, em tempos, uma revista chamada Grande Reportagem. acompanhei-a do nascimento até à morte. As vivências, a consciência ambientalista, a intervenção cívica, as minhas pegas com o Miguel Sousa Tavares, tudo isso fez parte do meu crescimento como cidadão. Ela me apresentou Chatwin, Thoreau, Himalaya, enfim tantos outros.
Mais tarde, apareceu o Francisco José Viegas para lhe apertar os tomates e fazê-la definhar.
Agora, que está morta e enterrada, apareceu um folheto publicitário que é distribuído aos sábados com o JN, e que utiliza abusivamente o mesmo nome.

1 comentário:

Pedro silva disse...

Epá ve lá se postas mais e já agora vai até este sitio www.porcolatino.blogspot.com/