quinta-feira, julho 20, 2006

Ainda no contexto da minha presidência aberta acerca de jornalismo de referência

Não obstante estarmos conscientes de que, no caso em apreço, o ser é muito mais escandalosamente grave do que o parecer, resolvemos tentar fazer alguma coisa pelo segundo, na medida em que o primeiro está irremediavelmente perdido

Confidenciou às Edições Pirata um dos peritos responsáveis pelo estudo que esteve na base da proposta de reformulação da imagem de Maria Cabáca.

10 comentários:

menir disse...

Agora puseste-me a pensar... será que foi essa a premissa na Madeira ao impor um "dress code' aos jornalistas?

Eric Blair disse...

Não vás mais longe

piscoiso disse...

Um dia destes Cabaco chega ao Palácio e pergunta:
"Quem é aquela ?"

Ludwig disse...

Confesso que não percebi muito bem a ideia lol

Kaos disse...

Eu sempre disse que a mulher parece uma sopeira.Que ela o é já não parece haver duvidas agora quero ver os resultados do trabalho árduo que vão ter para mudar aquilo. A My Fair lady portuguêsa :)

Cristina disse...

ainda não conhecem as sugestões do Kaos, é o que é...se a maria vê aqueles modelitos, tadinho do Cavaco..

beijikus

Kaos disse...

Agora sou eu que te vou rapinar a noticia do 24 horas para o meu blog. Amanhã à tarde já deve estar pronta.
um abraço

francis disse...

Eu não sou grande coisa em português. Mas interpreto desta forma: A 1ª Dama é irremediavelmente um trambolho, contudo vamos disfarça-la o melhor possível para que se confunda com uma dama das revistas. Será isto?

Anónimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»