terça-feira, janeiro 06, 2009

A nova bandeira do estado terrorista de israel


roubada aqui

18 comentários:

francis disse...

Pena que estes são mais competentes que o Tio Adolfo.

Ana Camarra disse...

Tristemente oportuno!

:(

(Beijos)

San disse...

falta o sangue, eric...

mfc disse...

E entretanto, como é costume, a Europa "civilizada" produz declarações e mais declarações!

Eric Blair disse...

poe algum motivo são os eleitos, Frank.

Eric Blair disse...

Pois, cara amiga Ana.
Este é um mundo de oportunistas...

Eric Blair disse...

os israélis encarregam-se disso, San.

Eric Blair disse...

e comissões e sub-comissões, a ver se a coisa entretanto prescreve, MFC.

loirices disse...

foram anos aprender, congeminar, afinal a aperfeiçoar, assim como o outro que queria o mesmo...

Eric Blair disse...

tal e qual, Loira; tal e qual!
É com juros de mora.

numtiquibóques disse...

Por menos que isso, já eu levei uma chuva de insultos!
Grande post!
Agora lia que eles vão parar a guerra 3 horas por dia, será para almoço?

Eric Blair disse...

nã, deve ser para ir ao ginásio

'mega' disse...

'cum caraças, cada vez mais parece a guerra do raul solnado...'

Andre Dinno disse...

Caríssimo, gostaria de expressar minha opinião com relação a infeliz idéia de colocar a imunda suástica nazista na bandeira de Israel.
Durante a Segunda Guerra Mundial, foram mortos seis milhões de judeus; milhões foram roubados; sua cultura e sua sociedade foram mutiladas.
Este holocausto quase inacreditável reforçou a idéia do movimento sionista, que pregava a criação de um Estado nacional para os judeus. Daí chegou-se à fundação do Estado de Israel, em 1948.
Quando o Estado de Israel foi criado, a Palestina era governada pela Inglaterra desde 1916. Poucas horas antes de se esgotar o mandato inglês sobre a Palestina, no dia 14 de maio de 1948, foi criado o Estado de Israel. Pelo jeito você não tem o menor conhecimento histórico.
A palestina pertencem a Israel e não aos Árabes.

Leia o texto a seguir com bastante atenção.

Êxodo 32.13
Lembra-te de Abraão, de Isaque, e de Israel, os teus servos, aos quais por ti mesmo tens jurado, e lhes disseste: Multiplicarei a vossa descendência como as estrelas dos céus, e darei à vossa descendência toda esta terra, de que tenho falado, para que a possuam por herança eternamente.

Sandro Cardoso disse...

Infelismente as pessoas de puro mau gosto escolhe falsas semelhanças.
Que lastima!

Daniel disse...

Caramba cara isso é blasfêmia total
fico triste por saber que existem pessoas que se gloriam por um feito tão egocêntrico e mal intencionado!

|-(

Os três que são um disse...

Caro Dinno respeito a sua opinião apesar de não concordar em hipótese alguma com ela.
Se vc der uma olhada na Bíblia a Palestina pertencia ao povo da cidade de Jericó que foi invadida peloas Israelitas os quais (com autorização de Deus!?!)mataram todos os habitantes do local. Essa hítória de terra prometida e povo escolhido é muito complicada. Será que isso dá direito a eles de fazerem o que quizerem? De infringir até mesmo o mandamento divino: Não Matarás? Vc acha que Deus ia apoiar uma guerra? O estado de Israel foi criado, mas a Palestina tinha moradores (750 mil Arabes)Pesquise e vc vai saber o que aconteceu com eles.
Além disso os Israelitas anexaram parte da faixa de Gaza ao território que foi doado a eles.
(Ou seja a faixa de gaza que ja era pequena ficou menor ainda).
Procure saber mais sobre isso e o movimento Sionista que foi encabeçado por judeus radicais e não tinha o apoio de todos os Judeus na época. Inclusive esses sionistas não se importaram nem um pouco com os Judeus que foram mortos pelo nazistas pois a intenção deliberada deles era que a coisa culminasse na criação do estado de Israel mesmo.
Deus não tem nada a ver com isso. Povo Escolhido? kkkkkk

wemerson disse...

vc e a pessoa mais idiota do mundo seu animal