sexta-feira, novembro 30, 2007

TPC

Trabalho de casa para o fim-de-semana. 
Pegando em duas notícias do Jornal Público, 
descubra o que há de errado neste país *
* conta para nota final

14 comentários:

cmiguel disse...

Perdão mas a segunda noticia não é precisa, o PCP pede 420,50€ e o PSD é que pede 426,50€... parece que as quotas deste ultimo são indexadas áquele valor..

TOUNABOA disse...

Quanto ao quadro parece-me um bom investimento... e mais milhão menos milhão.. pelo menos este nós sabemos onde foi gasto..

Anónimo disse...

Parece-me uma certa avareza da v/ parte, colocarem aqui esta compra de 1,5 milhões de Euros, que é uma insignificãncia comparado com os 500 milhões de Euros que a Camara de Lisboa precisa para pagar a fornecedores ( só para as primeira impressões )e que o PSD, não deixa, porque as pessoas ainda podem pensar que a CML de repente passou a ser uma pessoa de bem, e ainda por cima com o PS no poder, ou com aquilo que se tem gasto na presidencia portuguesa da UE, sim porque nós não somos um país qualquer, não nos podemos deixar humilhar com avarezas deslocadas, da nossa verdadeira pujança económica.. gente pequena esta que escreve neste blogs..

votarembranco disse...

E onde posso ver o quadro?
Para ver se fica bem lá na sala é que sendo o quadro pago com o "nosso" dinheiro devo de ter direito a ter o mesmo algum tempo lá em casa...

Politico Democrata disse...

olha..olha.. mais um que ganha o ordenado minimo a pensar que tem direitos... não tem direito nenhum de ter lá o quadro em casa..porque eu já reservei o quadro para minha casa...pensa lá por ser do povo.. que manda mais do que eu, não?

numtiquibóques disse...

Caro Anónimo,
a sua bargante e ebuliente altercação lança aqui (ainda por cima num estaminé onde sou mero convidado) felga tal que só aumenta a minha desilusão perante a ontogénese humana e que me obriga a polimecar as suas palavras. Temo no entanto que a sua simpatia pelo PS tenda a ofuscar-lhe o ponto crucial da questão.
A minha indignação em relação aos 500 milhões não se prende com a razão do empréstimo, mas sim com o facto do actual Presidente engrolar todo o eleitorado ao ameaçar sair, volvidos 2 meses, numa desculpa tergiversante.
Não posso afirmar com toda a certeza, mas do ponto onde observo o estado da Nação, parece-me que a população em geral, e eu em particular estamos fartos de penejar votos na actual bariecefalia politica.
Que respeito nos merecem os que buscam não mais que o azado tacho e que em detrimento de uma população em inédia constante, dão-se ao luxo de aprazer a sua oniomania em carros topo de gama e quadros de milhões de euros?
Vivem os cidadãos uma hipobúlia politica que é infelizmente, empírica.
O pensador inglês John Gray, diz que acharmos que somos donos do nosso destino é uma questão de fé, não de ciência. Onde ficamos então os ateus e os que se vêm rodeados de gente como o caro leitor?

Agradecido pelo seu comentário, mas como dizia Agostinho Sá da Bandeira “Pequenos são os que estabelecem limites à sua própria visão”

as velas ardem ate ao fim disse...

Tudo!

bjo

San disse...

Errado? Para mim está completamente de acordo com a mais nobre e mansa tradição dos ingovernáveis do recanto!

Animal disse...

queria ver era o estado a comprar umas pinturinhas do Jeff Koons. a ver se o granel resultante nos tirava deste torpor.

isso é que era graveto bem gasto.

Francis disse...

visto assim até parce mal, mas é muito manipulado, não tem uma coisa a ver com a outra.

e desculpem lá mas o quadro já me foi prometido a mim, no primeiro trimestre de 2008.

Eric Blair disse...

pressizom é com o CMiguel, está visto.

Eric Blair disse...

"gasto", Tounaboa, é efectivamente o termo.

Eric Blair disse...

eles mandam-te uma fotocópia, VotEmB, podes ficar descansado.

Eric Blair disse...

Fónix, Nuntiquiboques, num diria melhor.
Ah, cumbidado o escafandro, é fifeti-fifeti (pra ver se também ajudas a pagar as contas...).