terça-feira, dezembro 20, 2005

Pá, excelente resumo:

Cimeira Internacional para a Globalização da Corrupção, em Hong Kong.

Durante estes quatro dias discutiram-se essencialmente cinco pontos: as quotas para a eliminação de pessoas num quadro de concorrência global, as formas de exercer o domínio sobre as massas, as formas de rodear as leis dos Estados para permitir um mercado global, a divisão do mundo em áreas de influência e os níveis éticos para o pagamento de luvas aos mais diversos funcionários governamentais.

10 comentários:

Dinada disse...

Está bem visto.
Agora, é preciso ser pragmático. Não é fácil mudar o 'satus quo' e até acho que se está a fazer um esforço. Inglório.

Eric Blair disse...

Olá. Quem está a fazer esforço?
Tens que ser mais explícita.

sonia r. disse...

Marx meet Lénin?. Boa tarde Blair rezingão. E um abraço do PR. ( Tirou uns dias e está doente ). Bjinho.

Eric Blair disse...

Olá. Rezingão I am. To late to change.
Um abraço aí ao Pinto. Como está ele? Devo preocupar-me?

Mac Adriano disse...

E pergunto eu outra vez: não há manifestantes que lhes metam um balázio nos cornos?

Papa Ratzi disse...

Ena pá! Estou espantado ao ver um texto meu ser citado por desconhecidos! Obrigado!

mixtu disse...

Globalização é o que está a dar e olhe que é uma coisamuita antiga, vem do tempo em que havia apenas em boi para cobrir as vacas nas aldeias. :)
Provocação: Porrada neles, nos manifestantes :)

sonia r. disse...

Bom dia Blair, o P.R. já voltou. Bjinhos.

Eric Blair disse...

Pois é Mixtu, o problema é que todos querem ser o boi.

Dinada disse...

Eu, dado género...

Bom, ok, calo-me! O vinho deu-me cabo do Tico e do Teco!