quarta-feira, agosto 10, 2005

Uma semana inteira

sem relógio, sem telemóvel e, sobretudo, sem notícias da tugalândia.

No El País – a coisa mais parecida com um jornal português que se conseguia arranjar por lá – as únicas notícias cá do burgo tinham inevitavelmente a ver com os incêndios e, acreditem, deixavam-me envergonhado as legítimas considerações que os jornalistas diariamente iam tecendo acerca da forma autista como no nosso país se tem ao longo dos tempos encarado este drama que a natureza apenas se encarrega sazonalmente de destapar.

5 comentários:

Pinto Ribeiro disse...

BOM DIA BLAIR. eu percebo-te. na alemanha tbém só falam de portugal por coisas que nos envergonham. já deves ter reparado que com a saída do pessoal do porco voltei para lá. vai aparecendo e aproveita as férias. 1 abraço.

Zé do Telhado disse...

Fim de semana em Cerveira, sentado junto ao Rio Minho, a olhar para a mata da Galiza (não valia a pena olhar para trás, a pouca que havia já ardeu..). eles limpam as matas e constroem vias corta-fogos de km em km. Nós contratamos 16 sapadores chilenos...

Eric Blair disse...

Nem me digas Zé. Ainda há menos de um mês passei aí (Gondarém) um fim-de-semana prolongado e percorri a crista do monte durante umas boas 4 horas e não havia sinal de mata queimada.
Prefiro nem saber.

Zé do Telhado disse...

Não te preocupes, não foi este ano que ardeu...

Eric Blair disse...

Ó pá, de Gondarém a Caminha, a coisa estava calma.